Anakena Tama Vineyard Carménère 2018

PRODUTOR: Anakena REGIÃO: Cachapoal
R$ 126

Um autêntico e delicioso tinto da variedade Carménère, a "flagship chilena”; com ervas, especiarias picantes e amoras da região de Cachapoal. 

Sócio Ativo Clube Adega 
De: R$126,00 Por: R$100,80
utilizando seu cupom.

Anakena

 

Anakena nasce em 1999, em Requínoa, Alto Cachapoal, fundada pelo empresário Felipe Ibáñez e seu sócio Jorge Gutiérrez. Em setembro de 2015 vendem ao grupo australiano Accolade Wines, um dos maiores do mundo, com vinícolas na Austrália, Nova Zelândia, Itália, África do Sul e Estados Unidos. Ainda em um período de ajustes, Anakena defende um estilo de vinhos suaves e fáceis de beber. Entre suas linhas destacam-se Birdman, Tama, Ona e o rótulo mais ambicioso, Alwa, uma mescla tinta de Syrah, Cabernet Sauvignon e Carménère, tudo de Cachapoal. Além de Requínoa, exploram outros setores do vale como Peumo, em especial para a Carménère. Saem dos limites de Cachapoal com cepas como a Pinot Noir e a Sauvignon Blanc, que vêm de Leyda.

Carménère
 

Quase totalmente desaparecida depois da filoxera, a Carménère foi reencontrada cerca de um século depois no Chile. Em 1994, o ampelógrafo Jean Michel Boursiquot estava no país para um congresso de viticultura e, durante uma visita aos vinhedos da Viña Carmen, identificou, em 25 de novembro, a Carménère plantada entre as videiras de Merlot – que os chilenos costumavam chamar de “Merlot Noir”. Dois anos depois, o enólogo Alvaro Spinosa e o presidente da vinícola, Ricardo Claro, decidiram produzir e identificar o primeiro vinho varietal Carménère. Em pouco mais de 25 anos dessa redescoberta, a variedade transformou-se num dos grandes emblemas da vitivinicultura chilena e ganhou fãs ao redor do planeta.