Cordillera de Los Andes Reserva Especial Carménère 2017

PRODUTOR: Miguel Torres REGIÃO: Peumo
R$ 169

Prove este Carménère de Peumo, a região que entrou no mapa vitivinícola do Chile por ser o terroir ideal para a variedade e por produzir alguns dos melhores vinhos do país.

Sócio Ativo Clube Adega 
De: R$169,00 Por: R$135,20
utilizando seu cupom.

Miguel Torres 

 

Miguel Torres é a filial chilena de Bodegas Torres, tradicional vinícola da Catalunha. São considerados os grandes modernizadores do vinho chileno pois quando chegaram a se instalar no vale de Curicó, em fins dos anos 70, trouxeram tecnologia que aqui não se usava, como tanques de aço inoxidável com temperatura controlada ou as primeiras barricas de carvalho, o que impulsionou as vinícolas locais a se atualizarem. Os vinhos de Miguel Torres estão bem arraigados em Curicó, ainda que também tenham explorado outras regiões do Chile. Além de oferecer as típicas variedades francesas, na última década desenvolveram vinhos com outras próprias do campo chileno, sendo um caso emblemático o espumante Estelado, que elaboram com a cepa País, o primeiro em seu tipo. Também foram os pioneiros no resgate do Moscatel do vale de Itata com seu rótulo Días de Verano.

Carménère

 

Quase totalmente desaparecida depois da filoxera, a Carménère foi reencontrada cerca de um século depois no Chile. Em 1994, o ampelógrafo Jean Michel Boursiquot estava no país para um congresso de viticultura e, durante uma visita aos vinhedos da Viña Carmen, identificou, em 25 de novembro, a Carménère plantada entre as videiras de Merlot – que os chilenos costumavam chamar de “Merlot Noir”. Dois anos depois, o enólogo Alvaro Spinosa e o presidente da vinícola, Ricardo Claro, decidiram produzir e identificar o primeiro vinho varietal Carménère. Em pouco mais de 25 anos dessa redescoberta, a variedade transformou-se num dos grandes emblemas da vitivinicultura chilena e ganhou fãs ao redor do planeta.